Ação coletiva

Insalubridade: Covid-19

Número da ação: (1110107-47.2021.5.03.0006.)
Escritório responsável:
Ferreira Borges Advogados
Objeto

Objetiva o pagamento em percentual máximo, ou, sucessivamente, em percentual correspondente ao grau de insalubridade apurado no curso da instrução processual, do início até o fim do estado de calamidade pública decorrente da pandemia do Covid-19.

Andamento da ação, atualizado em 21/06/24: Sentença julgou os pedidos improcedentes. TRT/MG manteve a improcedência do pleito e condenou a parte autora ao pagamento de custas, no importe de R$2.000,00. Está no TST, aguardando julgamento de recurso.

Quem participa
Empregados que trabalharam em uma das agências da Caixa durante a pandemia.

Newsletter

Cadastre-se para receber todas as notícias da APCEF/MG:
[dinamize-form id="23702"]